Bacharelado ou licenciatura em Educação Física? Entenda as diferenças

 

Se você tem interesse pela prática de esportes e de outras formas de exercícios e pensa em trabalhar nessa área, vale a pena se informar sobre a profissão de educador físico. Uma dúvida que sempre surge nesse momento é qual modalidade cursar: bacharelado ou licenciatura em Educação Física.

Essa é a área procurada por quem gosta de lidar com pessoas, com foco na saúde e na qualidade de vida. Como a graduação oferece duas especialidades, o estudante precisa analisar detalhadamente cada uma antes de decidir qual é a mais adequada ao seu perfil.

Para ajudar nessa escolha, vamos trazer neste post as principais características de cada uma delas e as opções de atuação para o profissional licenciado ou bacharel. Vamos lá?

Como é o curso de Educação Física

Antes de ingressar em um curso superior na área, é preciso decidir qual categoria se deseja cursar. Há semelhanças na base curricular das duas especialidades, mas existem diferenças nos ramos de atuação. Por isso, é interessante conhecer mais sobre os cursos e as profissões antes de fazer sua opção.

O Curso de Educação Física, tanto em nível de licenciatura quanto em bacharelado, exige o estudo de disciplinas ligadas às ciências biológicas e de metodologia das práticas esportivas. Abaixo podemos verificar algumas matérias da grade curricular do curso:

  • fisiologia;

  • anatomia;

  • desenvolvimento motor;

  • biofísica;

  • bioquímica;

  • história da educação física;

  • danças;

  • cinesiologia;

  • lutas;

  • avaliação física e prescrição de exercícios;

  • ginásticas de academia e musculação;

  • socorros de urgência;

  • atividades aquáticas;

  • educação física e esportes para pessoas com deficiência.

É importante ressaltar que o aluno pode optar por cursar as duas categorias simultaneamente. Para isso, é necessário cursar matérias referentes às duas formações, o que exige mais dedicação mas, em contrapartida, oferece um mercado de trabalho mais amplo. A seguir, falaremos das diferenças entre as duas especialidades.

Bacharelado ou Licenciatura

Antes de tomar sua decisão referente à graduação, é importante entender a diferença entre bacharelado e licenciatura. O primeiro está voltado para uma atuação ampla no mercado de trabalho, enquanto o segundo é direcionado para a formação de profissionais da área de educação.

Assim, apenas os licenciados podem atuar nas escolas, no ensino direcionado a crianças e adolescentes da educação básica, seja em colégios particulares, seja na rede pública. E, para isso, o estudante deve cursar algumas disciplinas específicas voltadas para a área do ensino.

Já os bacharéis atuam de forma ampla no mercado e podem trabalhar em diversos ramos e segmentos. Nessa modalidade, há o aprofundamento das matérias direcionadas às práticas esportivas.

Modalidades disponíveis na graduação

Como dito anteriormente, o estudante tem duas opções de graduação na área de Educação Física: licenciatura e bacharelado. Além das disciplinas específicas de cada especialidade, elas também diferem no campo de atuação dos futuros profissionais. A seguir, vamos detalhar melhor essas duas formações e informar as oportunidades que o mercado de trabalho oferece para cada uma delas.

Licenciatura em Educação Física

Se você pretende lecionar, essa é a modalidade certa para você!

Durante a graduação, o aluno precisará cursar uma extensa grade de disciplinas direcionadas para a educação. Matérias como didática, métodos de ensino, psicologia da educação, práticas pedagógicas e processos de avaliação são obrigatórias na licenciatura. Juntamente a essas, o estudante também terá aulas relacionadas às atividades esportivas.

A licenciatura em Educação Física tem duração de três a quatro anos. Para obter o título de licenciado, é obrigatório que o discente cumpra toda a carga horária do curso, realize estágios obrigatórios em escolas e apresente o Trabalho de Conclusão do Curso (TCC).

Mercado de trabalho

Esse profissional tem algumas restrições em sua atuação impostas pelo Conselho Federal de Educação Física (CONFEF). Seu trabalho é direcionado ao magistério em escolas públicas ou privadas, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. Suas atividades incluem práticas recreativas e exercícios ligados ao desenvolvimento da aprendizagem e do bem-estar.

Apesar de essa modalidade estar mais relacionada ao trabalho com crianças e adolescentes em instituições de ensino, também autoriza que o professor dê aulas em outros estabelecimentos, como clubes e academias.

Bacharelado em Educação Física

Para os interessados em um mercado de trabalho mais amplo e fora da sala de aula, o bacharelado é a escolha certa!

No decorrer do curso, o aluno vai encontrar matérias focadas nas práticas esportivas e não cursará disciplinas da área de educação. Como exemplo de algumas aulas lecionadas durante o bacharelado, temos variadas modalidades esportivas, como futebol, vôlei, handebol e basquete, além de fundamentos de dança e treinamento esportivo.

A duração do curso é de quatro anos e, assim como na licenciatura, o estágio é obrigatório, com a diferença de não ser realizado em escolas. Para se graduar, o bacharelado também exige o TCC e o cumprimento integral da carga horária do curso.

Mercado de trabalho

O bacharel em Educação Física está apto a trabalhar em academias, clubes, spas, hotéis e clínicas, entre outros estabelecimentos. Ele pode atuar em atividades de recreação e lazer ou que envolvam treinamentos de modalidades esportivas e práticas de exercícios físicos, como natação, musculação, ginástica e hidroginástica.

Seu público é constituído de crianças, jovens, adultos e idosos, e o educador físico é capacitado para acompanhar as atividades praticadas por pessoas com deficiência. O bacharelado também capacita esse profissional para trabalhar na área de pesquisa científica.

Além das possibilidades citadas, uma atividade em alta no mercado é a de personal trainer, que atua como preparador físico de atletas ou como treinador particular. Vale ressaltar que o bacharel não é habilitado para trabalhar lecionando em escolas; essa atividade está a cargo do licenciado.

O educador físico tem uma ampla área de atuação. A disciplina é obrigatória em todas as escolas, gerando muitas oportunidades para os licenciados. Por outro lado, a busca por saúde e boa forma leva muitas pessoas a procurar atividades em academias ou o acompanhamento de um personal trainer, o que oferece muitas vagas para o bacharel.

Dessa forma, sua decisão entre cursar bacharelado ou licenciatura em Educação Física deve se pautar na área mais adequada ao seu perfil profissional. Com as informações que deixamos aqui, você fará uma escolha mais acertada e que vai direcionar sua carreira no caminho do sucesso.

Agora que você já conhece as diferenças entre as duas modalidades do curso de Educação Física, baixe nosso e-book e descubra sua vocação profissional!