Como fazer networking na faculdade?

Você já ouviu falar em networking? Esse é um termo em inglês que significa rede de contatos. Isso inclui fazer amigos, criar conexões e trocar experiências.

Criar e manter relacionamentos é bom para todo mundo, principalmente no início da vida acadêmica. Construir seu networking na faculdade vai ajudar você a impulsionar sua carreira. Seja qual for o seu objetivo, sua rede de contatos vai te ajudar a chegar lá! A troca de informações, experiência, cordialidade e carisma vão fortalecer sua imagem e suas conexões com o mundo.

Então, agora você deve estar pensando em como fazer networking na faculdade, não é mesmo? Para auxiliar você nessa jornada, preparamos este post com algumas dicas que vão te ajudar a expandir sua rede de contatos.

Crie um perfil no LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social de contato profissional. Hoje, muitas empresas já utilizam essa ferramenta para fazer seus processos de seleção. Se você ainda não tem um perfil, crie já! Compartilhe suas experiências profissionais, certificados, prêmios, trabalhos voluntários e cursos de extensão. Sempre que participar de um evento social, ambiental ou relacionado à sua carreira ou profissão, atualize no site. Além disso, interaja com suas conexões e siga profissionais que são referência na sua área e em empresas onde você gostaria de trabalhar.

Mantenha sempre seu perfil atualizado, afinal, muitos recrutadores estão ali, a procura de novos profissionais. Porém, fique atento ao que você compartilha! Comporte-se online como você se comportaria em um ambiente empresarial.

Dê monitorias

Tem facilidade em alguma disciplina? Então não perca tempo! Converse com seu professor e coordenador do curso e relate o seu interesse em dar monitorias. Assim, você expande sua rede de contato com os alunos, aproxima-se dos professores e começa a estreitar relacionamentos.

Quem sabe você consegue reverter as horas da monitoria em horas acadêmicas? Tudo é conversado com antecedência.

Durante as atividades, você também desenvolve aptidões como: autonomia, conhecimento, dedicação, responsabilidade, organização, planejamento e trabalho em equipe.

A monitoria melhora o seu networking na faculdade, pois cria vínculo interpessoal com alunos, professores e funcionários. Você se torna referência no assunto, o que aumenta as possibilidades de seus colegas ou professores o indicarem para vagas de emprego e estágio. Além disso, durante as atividades você tem a oportunidade de rever o conteúdo, pois quem ensina, também aprende.

Conheça e converse com seus professores

Engane-se quem acha que conversar com os professores é coisa de nerd. Deixe a timidez de lado e dialogue bastante. Se você quer criar uma rede de contatos, precisa criar vínculos com as pessoas.

Não existe uma receita de bolo para criar relacionamento com os professores, apenas deixe o bate-papo fluir. Não é tarefa difícil criar vínculo — com simpatia e carisma você vai ver como é algo natural.

Troque ideia sobre a matéria. Faça perguntas relevantes. Compartilhe com eles um post interessante que viu nas redes e que agregue conhecimento na disciplina. Busque interagir no ambiente virtual, responda aos fóruns e seja participativo na aula.

Uma conversa informal com seus professores pelos corredores da faculdade pode gerar muito aprendizado para você, pois, além do conhecimento técnico e teórico, eles também têm a experiência com a prática da profissão. Eles podem ajudá-lo na sua trajetória acadêmica e profissional, tornarem-se conselheiros e, quem sabe, grandes amigos?

Agora, uma dica: não queira se tornar o dono da aula! Espere o tempo certo para perguntar, sem interromper a explicação, ouça com atenção, evite mexer no celular. Demonstre interesse verdadeiro. Seja simpático e aja naturalmente, sem forçar a barra.

Tenha uma abordagem natural

Fazer networking é ampliar sua rede de contatos. Seja natural e não force a barra com ninguém para se encaixar em determinado grupo. Faça o contrário: crie o seu próprio.

Busque interagir com pessoas que compartilham os mesmos objetivos que você. Seja sincero, simpático, autêntico. O que te diferencia dos demais? Descubra isso e transforme suas principais habilidades em ponto de apoio, afinal, todo mundo tem características únicas, que contribuem para fortalecer o convívio social. Então, saiba se expressar.

Não se esqueça de expor suas opiniões de forma sincera, verdadeira e autoconfiante. Não apenas busque conhecimento para si, mas compartilhe com suas conexões.

Participe de semanas acadêmicas

A ideia aqui é criar relacionamentos! Então, participe dos eventos sociais da sua faculdade, circule pelo campus, pergunte e ouça com atenção. Se você é tímido, comece conversando com as pessoas que estão mais próximas, que compartilham dos mesmos interesses que você. Os ambientes informais, como os eventos ou feiras acadêmicas, são uma ótima oportunidade para você começar se “soltar”.

Seja um aluno participativo, que busca interagir com os colegas de classe, com os professores e com os outros universitários também. Demonstre empatia e compartilhe dicas que vão ajudar as pessoas em sua carreira e produtividade. Assim, você começa a ser lembrado de forma genuína, como uma pessoa social e agradável,

Durante os eventos busque falar de assuntos profissionais ou relacionados ao tema, sem falar da sua vida pessoal, afinal, é um ambiente público. Aproveite os intervalos para criar conexões. Achou algo interessante? Compartilhe!

Participe dos eventos da faculdade

Haverá um evento e você se identifica com o assunto? Existe a oportunidade de ajudar? Então colabore! Em cerimônias do tipo é sempre necessário contar com mão de obra, comprometimento e trabalho em equipe. Participe de todas as reuniões, pesquise e aponte ideias que possam contribuir com o sucesso do evento.

Se você tem disponibilidade e realmente está disposto a contribuir, ajude. Mas cuidado! Não assuma compromissos que não tenha condições de cumprir.

Para criar e manter relacionamentos duradouros você precisa ser responsável e comprometido com as suas atividades. Não queira ajudar apenas para construir uma imagem de “aluno participativo” — tenha objetivos claros e seja sempre verdadeiro em suas ações.

A dica aqui é ser sempre amigável e sincero. Busque ouvir as pessoas ao seu redor, pergunte, desperte a curiosidades nos assuntos relacionados a seu curso, troque ideias com os professores e ajude seus colegas de classe. Lembre-se: fazer amigos e criar conexões é algo importantíssimo para o seu crescimento pessoal e profissional. Fazer networking na faculdade não é apenas criar laços, mas sempre manter e ampliar sua rede, pois essas pessoas vão fazer parte da sua trajetória de vida.

Que tal colocar estas dicas em prática e já começar a criar sua rede de contatos? Compartilhe este post com seus amigos e ajude-os a descobrir sobre o networking na faculdade!