Entenda a importância das atividades extracurriculares

Você pode até não saber disso ainda, mas boa parte do seu desenvolvimento acadêmico e profissional depende de tarefas que você realiza fora do ambiente universitário. Um forte exemplo disso são as atividades extracurriculares, que ampliam o aprendizado e facilitam o máximo aproveitamento dos anos de faculdade.

Além de otimizar o desempenho nos estudos, as atividades complementares também dão valor ao currículo e preparam o aluno para chegar mais confiante ao mercado de trabalho. Quer entender melhor o que são e quais são as vantagens e as opções de cursos e ações extracurriculares? Confira neste post!

O que são atividades extracurriculares?

Quem ainda está na faculdade, em fase de preparação para ingressar na carreira, deve saber que não é apenas com o diploma de curso superior que se constrói um bom currículo. Para melhorar sua qualificação profissional, participar de atividades extracurriculares pode fazer toda diferença.

Essas atividades se referem aos compromissos que o estudante pode assumir para estender seu aprendizado durante a graduação. Eles são um complemento aos conteúdos principais que integram a grade curricular do curso e podem ser realizadas dentro ou fora do contexto acadêmico. Exemplos são:

  • monitoria;

  • iniciação científica;

  • estágios profissionais;

  • trabalhos voluntários;

  • intercâmbio;

  • práticas esportivas ou artísticas;

  • cursos de idiomas;

  • cursos livres online;

  • participação em congressos, feiras e palestras.

As atividades extracurriculares dão destaque ao estudante e chamam a atenção dos recrutadores. Isso porque demonstram empenho, interesse por diferentes ações e vontade de aprender, além de diversas outras habilidades que o aluno pode desenvolver com essas experiências.

Por que se dedicar ao aprendizado complementar?

Dependendo do tipo de atividade realizada, a exemplo dos estágios, o acadêmico passa a conhecer a prática da sua profissão e ganha mais segurança para atuar no mercado. Já outras ações, como o voluntariado, permitem o contato com diferentes realidades e promovem consciência social e evolução pessoal. Além dessas, veja outras boas razões para se dedicar aos compromissos extracurriculares!

Enriquece o currículo

Cursos de idiomas e de Excel, ou outros softwares, são bons exemplos de atividades extracurriculares que dão um peso a mais no currículo. Mas não são somente essas. Participar de eventos importantes, realizar projetos de pesquisa, prestar serviço em empresas júnior: todas essas ações podem valorizar a apresentação do candidato e despertar o interesse dos selecionadores.

Amplia o conhecimento

Aprendizado nunca é demais! Quanto mais experiências você vive, mais estende seu conhecimento em diferentes direções. As atividades extracurriculares podem tanto aprofundar os conteúdos vistos na faculdade quanto ensinar coisas totalmente novas. Em todo caso, essas vivências são fonte de crescimento.

Preenche o tempo livre com qualidade

O estudante que ainda não ingressou no mercado pode muito bem dedicar algumas horas semanais em prol do seu desenvolvimento acadêmico e profissional.

Mesmo aqueles que já têm uma rotina mais corrida, com trabalho e estudos, podem gerir seu tempo de modo produtivo e encaixar algumas atividades extracurriculares na agenda. Esse é um investimento inteligente de tempo. Certamente as experiências adquiridas compensam o esforço e as horas empregadas.

Aumenta o networking

Nas atividades complementares — seja em eventos, seja em estágios ou mesmo em trabalhos voluntários —, sempre surge a oportunidade de conhecer pessoas novas. E isso significa aumentar sua rede de contatos e possibilitar futuras alianças profissionais. Afinal, você já sabe o quanto o networking é importante para a construção de uma carreira, não é mesmo?

Desenvolve habilidades profissionais

Os compromissos extracurriculares também são ótimos recursos para aperfeiçoar habilidades que serão valorizadas no exercício da sua profissão. Você pode aprender noções de gestão e empreendedorismo, estimular seu espírito de liderança e o trabalho em equipe, perder o medo de falar em público, desenvolver a empatia e a inteligência emocional, entre muitas outras competências.

Quais atividades podem ser realizadas?

As opções de atividades complementares são bem diversificadas, o que facilita para o estudante na hora de escolher quais combinam mais com seus interesses e objetivos profissionais. Aqui, vamos apresentar apenas cinco alternativas que figuram entre as mais procuradas pelos acadêmicos, mas saiba que a lista é bem mais extensa.

Iniciação científica

As instituições de ensino superior normalmente trabalham com núcleos de pesquisa e incentivam os universitários a participarem de projetos de iniciação científica. Essa é uma boa oportunidade para aprofundar o conhecimento em temas específicos de seu interesse, além de desenvolver habilidades como pesquisador e, quem sabe, amadurecer a ideia de seguir carreira nesse campo.

Voluntariado

Prestar apoio em causas sociais é uma missão enriquecedora, em vários sentidos. Além de ajudar outras pessoas e conhecer realidades distintas da sua, você ainda exercita competências importantes, como empatia, generosidade, disciplina e trabalho em grupo. Mais do que o registro das suas ações no currículo — o que também vale muito —, você ganha experiência de vida e evolui como ser humano e como cidadão.

Práticas esportivas

Para os adeptos dos exercícios físicos, uma boa notícia: fazer parte de grupos esportivos também conta como atividade extracurricular. Participar de treinos regulares e competições exige foco, comprometimento, determinação, superação e trabalho em equipe. Outro ponto favorável é que os esportes não trabalham somente o físico, mas também a mente, proporcionando mais equilíbrio e controle emocional. Todas essas características são valorizadas em um perfil profissional.

Cursos livres

Os cursos livres agregam conhecimento extra e podem ser realizados em qualquer área. É interessante se eles estiverem relacionados à sua profissão, mas não precisa seguir somente essa linha. Você pode optar por aprender idiomas ou softwares, como Excel. Também pode fazer cursos profissionalizantes online ou até participar de treinamentos comportamentais, para desenvolver liderança, comunicação e capacidade de falar em público, entre outras habilidades.

Estágios

Entre as melhores opções de atividade complementar estão os estágios não obrigatórios. Além das práticas supervisionadas, que fazem parte da grade curricular da faculdade, o estudante também pode conseguir uma vaga como estagiário no mercado de trabalho. Nesse caso, os ganhos são múltiplos, porque você adquire experiência profissional, conhece pessoas com forte vivência na área e ainda recebe uma remuneração para ajudar na sua renda.

Dentre todas as possibilidades de atividades extracurriculares, certamente você encontrará uma, ou várias, para acrescentar ao seu plano de desenvolvimento profissional. Então, pesquise, informe-se, avalie as opções, organize o seu tempo e aproveite todas as oportunidades de crescimento que a vida universitária oferece.

Gostou das dicas que trouxemos neste post? Quer receber conteúdos atualizados sobre estudos e carreira? Basta assinar nossa newsletter e verificar sua caixa de e-mail!